Liceu Diogo de Gouveia classificado como monumento de interesse público

O Liceu Diogo de Gouveia foi projectado pelo arquitecto Luís Cristino da Silva em 1930. A inauguração teve lugar em 1936.

“O edifício constitui uma das primeiras e mais puras obras do Modernismo português, notabilizando-se pelo despojamento ornamental aliado às formas que o uso do betão permitiu explorar e pela assimetria da planta, determinada por questões práticas”, lê-se na Portaria.

Do conjunto arquitectónico destacam-se, segundo a Portaria, “a imponência maciça do betão da fachada principal, ritmada por grandes vãos envidraçados, as coberturas em terraços de betão que se articulam entre os diferentes edifícios e os elementos decorativos exteriores paradigmáticos do movimento modernista, o relógio e a designação do liceu em alto-relevo”.