Mais de metade das vagas do Politécnico de Beja por ocupar

Nas três fases de Concurso Nacional de Acesso 2018 ao ensino superior foram admitidos 45 313 estudantes no país, sendo que uma em cada dez vagas disponibilizadas ficaram vazias, indicam os dados revelados pela Direcção-Geral do Ensino Superior.

O Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) está, segundo a mesma fonte, entre os estabelecimentos de ensino do país que preencheu menos vagas.

Das 531 vagas abertas foram preenchidas na 255, ou seja, cerca de 48%. Na última fase do concurso não foi colocado nenhum aluno no Politécnico de Beja.

No ano lectivo de 2017/2018 o Politécnico de Beja colocou 293 alunos. No ano lectivo 2018/2019 foram colocados 255, menos 38 estudantes.

No Concurso Nacional de Acesso, 60% dos alunos foram admitidos no ensino universitário e 40% no ensino politécnico, à semelhança do concurso anterior.

A Direcção-Geral do Ensino Superior frisa que “o concurso nacional de acesso decorreu este ano num contexto de redução de cerca de três mil estudantes que se inscreveram nos exames do 12.º ano (redução de 3%), tendo resultado numa diminuição semelhante de cerca de 3% do número de alunos colocados ao abrigo deste concurso”.