Montenegro promete melhorar acessibilidades em Beja num calendário “sustentável”

O líder do PSD considera que é fundamental melhorar as acessibilidades rodoviárias e ferroviárias a Beja.

Luís Montenegro está no distrito de Beja, desde ontem. Chegou de comboio, visitou o aeroporto e as obras inacabadas da A26.

Em declarações aos jornalistas, disse que o Governo do PS aumentou os impostos e diminuiu o investimento público para ter “contas equilibradas”.

Para o PSD, o equilíbrio orçamental deve ser conseguido “por via do crescimento da economia do país”.

Luís Montenegro adiantou que “não há razão” para projetos como a eletrificação da linha ferroviária até Beja ou a conclusão da A26 não serem concretizados.

Se ganhar as eleições do próximo mês de março, Montenegro garante que avançará com estes projetos “com um calendário que seja sustentável e viável”.

Luís Montenegro considera que o aeroporto de Beja não é uma alternativa ao aeroporto de Lisboa, conforme é muitas vezes afirmado no debate político.

“Este não é um aeroporto com vocação para ter o aproveitamento comercial igual àquele que nós estamos habituados a ver em Lisboa, no Porto ou em Faro”, acrescentou o líder social democrata.

Na sua opinião, Beja pode ser um complemento à rede aeroportuária nacional.

O líder do PSD cumpre hoje o segundo de três dias de visita ao distrito de Beja no quadro da iniciativa “Sentir Portugal”.

Luís Montenegro tem na agenda encontros com empresários do setor do turismo, cooperativas agrícolas e empresas transformadoras.

Esta terça-feira encerra com a participação no Jantar de Natal da distrital de Beja do PSD.

O périplo pelo distrito termina amanhã.