Nelson Brito defende empregabilidade

O presidente da Câmara de Aljustrel sublinhou o trabalho desenvolvido para fixar a população no concelho e captar investimento privado.

Na cerimónia de inauguração da Feira do Campo Alentejano, realizada ontem, Nelson Brito lembrou os que “tiveram que sair” por falta de oportunidades quer na região quer no país.

Num concelho onde surgem novos investimentos em resultado do alargamento do perímetro de rega de Alqueva, o autarca frisou o trabalho feito para inverter o ciclo de desertificação do interior do país.

“Sim, queremos continuar a viver na nossa terra e no nosso país” sublinhou Nelson Brito num discurso muito dirigido aos jovens.

O autarca deixou ainda uma palavra para as organizações, empresas e instituições do concelho, que “impulsionam a economia, geram emprego e dinamizam o território”.

A Feira do Campo abriu com o 9º Encontro Ibérico do Regadio e Sustentabilidade, subordinado ao tema “Canábis, uma nova cultura a germinar no Alentejo”.

A empresa RPK Biopharma, tem prevista a criação de uma unidade de produção de cannabis medicinal na freguesia de São João de Negrilhos, num investimento de cerca de 40 milhões de euros que estima a criação de 150 novos postos de trabalho directos.

A Feira do campo Alentejano decorre até ao próximo domingo.