“Odemira está na moda pelas piores razões”, diz Alberto Matos

Nos últimos dias, “Odemira” tem estado “na moda pelas piores razões”. A afirmação é de Alberto Matos, durante mais um programa “Visão dos Tempos”.

Para o comentador, esta é uma situação “que merece a nossa atenção” e explica que a região do litoral alentejano tem estado nas bocas do mundo, porque “houve testagem em massa dos trabalhadores agrícolas”, e onde pela “pela primeira vez, as brigadas sanitárias entraram dentro das propriedades”.

No entanto, Alberto Matos alerta que se a testagem massiva tivesse sido realizada nos trabalhadores agrícolas de “Beja, Serpa, Ferreira do Alentejo ou Moura, teríamos situações muito semelhantes durante a campanha da azeitona”.

O convidado do “Visão dos Tempos” recorda que, no ano passado, alertou para o facto de os “imigrantes que trabalham na agricultura serem um grupo de risco” para o contágio da covid-19.

O “Visão dos Tempos” regressa para próxima terça-feira com Rodeia Machado.