Ovibeja poderá ser das “maiores” de sempre

Com várias iniciativas em desenvolvimento, a 38ª Ovibeja está, este ano, a receber, muitos mais expositores que em edições anteriores.

A revelação é feita, em comunicado, pela ACOS-Agricultores do Sul, entidade organizadora do certame que volta ao Parque de Feiras e Exposições Manuel de Castro e Brito, em Beja, entre 21 e 25 de abril.

A ACOS afirma que “com largos milhares de visitantes por edição, a Ovibeja conta, anualmente, com mais de mil expositores, distribuídos por diversos setores de atividade, em pavilhões temáticos, numa área de 10 hectares”.

Claudino Matos, diretor-geral da ACOS, afirma que está a ser preparada “uma grande feira”.

Por acontecer sob o signo da guerra, a Ovibeja deste ano assume, também, uma postura a favor da paz, frisa a organização do evento.

Acrescenta que “a Ovibeja é um evento onde todos são importantes, onde a diferença acrescenta valor, onde a reflexão e o debate significam construção de conhecimento, onde a inovação é sinónimo de partilha e de cooperação”.

Nesse sentido, abordar o tema “Como Alimentar o Planeta?” assume, segundo a ACOS “contornos, ainda mais, relevantes sobre equidade, soberania alimentar, produção agrícola, proteção ambiental, biodiversidade, revelados numa exposição interativa e em diversos colóquios”.