12°C
Scattered clouds

Parque Mineiro de Aljustrel com “ano zero” em 2023 após investimento de 6 M€

Parque Mineiro de Aljustrel com “ano zero” em 2023 após investimento de 6 M€

O Parque Mineiro de Aljustrel (Beja) vai entrar este ano em funcionamento, de forma experimental, após um investimento de seis milhões de euros, constituindo “uma homenagem aos mineiros”, revelou hoje o presidente da câmara.

Este “será o ‘ano zero’ do projeto, em que testaremos e avaliaremos o modelo de visitação e adequaremos progressivamente o produto aos visitantes e ao mercado turístico”, disse à agência Lusa o presidente do Município de Aljustrel, Carlos Teles (PS).

Segundo o autarca, “o Parque Mineiro de Aljustrel é, principalmente, uma homenagem aos mineiros de Aljustrel, aos homens e às mulheres que, ao longo dos séculos, tiveram e continuam a ter as suas vidas intimamente ligadas às minas”.

Carlos Teles destacou ainda o facto de o município ser “dos territórios mineiros mais antigos do Mundo ainda em atividade, o que, por si só, é diferenciado e diferenciador”.

“Em Aljustrel, a atividade extrativa tem 5.000 anos e marca a identidade e a paisagem da nossa terra, deixando marcas indeléveis nos homens e nas mulheres desta terra e um legado no subsolo, mas também à superfície”, reforçou.

O eleito disse também que, “a par desta dimensão humana, existe em Aljustrel um importante património notável pela sua singularidade”, que vai dos malacates (elevadores existentes nos poços das minas) até às galerias romanas e à galeria mineira do Piso 30, “que será visitável”.

O novo parque mineiro é fruto de um investimento total que “ronda os seis milhões de euros”, com financiamento comunitário e verbas da câmara.

Em comunicado, a autarquia alentejana explicou que o projeto “tem objetivos de lazer, didáticos e de investigação, ao mesmo tempo que contribui para minimizar a degradação ambiental” associada a antigos locais de exploração.

A sua criação incluiu projetos como a requalificação dos bairros mineiros, a construção de ciclovias e do Centro de Receção e Acolhimento, assim como a colocação de passadiços na zona do ‘Chapéu de Ferro’ e de sinalética e equipamentos multimédia em diversos locais da vila.

“Foi um processo longo, que envolveu diversas tipologias de financiamento, sempre com o apoio de fundos comunitários”, notou o presidente da câmara municipal.

Carlos Teles realçou que este trabalho “de valorização das zonas minerais desativadas não teria sido possível de realizar sem parceiros importantes”, nomeadamente a Almina, atual concessionária das minas de Aljustrel, e a Empresa de Desenvolvimento Mineiro (EDM).

Ao longo deste ano, serão realizadas “visitas piloto” ao parque mineiro, disse o autarca, especificando que estas serão “principalmente destinas à comunidade educativa e a grupos específicos”.

“Ao mesmo tempo, procuraremos adequar o produto às especificidades e exigências das visitas de caráter mais educativo e ou científico”, acrescentou Carlos Teles.

Durante esta fase, a Câmara de Aljustrel quer também “envolver” a população e os operadores turísticos, de restauração e hotelaria do concelho.

“O Parque Mineiro de Aljustrel só faz sentido se for ‘adotado’ pela população de Aljustrel, pelas entidades locais e pelos empresários”, defendeu Carlos Teles.

Rádio Pax / Lusa

PUB

PUB

PUB

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn

Farmácia de serviço hoje na cidade de Beja

Publicidade

Mais Lidas

1
Ourique
Incêndio fatal em Ourique: homem perde a vida aos 62 Anos
2
Ressonância
Hospital de Beja: A espera terminou, Ressonância Magnética chegou
3
Bombeiros
Polémica nos Bombeiros de Beja: Lista rejeitada responde a comunicado da direção 
Devemos acarinhar os eleitores do Chega? Não! Não podemos
5
Odemira
Alunas de Odemira brilham em competição de ciência em Itália
6
25 de Abril
50 anos de Abril: Catarina Eufémia, um símbolo da luta antifascista
7
roubos em Beja
Semana com ameaças, agressões e roubos em Beja
8
agricultores
Agricultores que cortaram estrada em Serpa identificados pelas autoridades

Recomendado para si

13/07/2024
IPBeja com candidaturas à Pós-Graduação “Turismo Sustentável e Bem-Estar”
Aljustrel
13/07/2024
Aljustrel acolhe mercado com marcas emergentes
13/07/2024
Câmara de Beja disponibiliza transporte gratuito para a Praia Fluvial de Cinco Reis
12/07/2024
Exames/9.º ano: Beja com notas mais baixas
12/07/2024
Câmara de Serpa e Junta de Brinches apoiam população afetada pelas cheias
12/07/2024
IPBeja integra Universidade Europeia 
Mértola
12/07/2024
Mértola vai acolher II Congresso Ibérico de Ciência Aplicada aos Recursos Cinegéticos
12/07/2024
“Noites no Logradouro” celebram revolução de Abril