“Patrimónios do Sul” substitui “Rural Beja”

A Feira “Patrimónios do Sul” realiza-se pela primeira vez, em Beja, de 4 a 7 de Outubro. O certame que pretende “promover a identidade do território do sul do país ao nível económico, cultural e turístico” vem ocupar o lugar da “Rural Beja”, iniciativa que decorria no Parque de Feiras e Exposições Manuel de Castro e Brito, também no mês de Outubro.

“O Município de Beja aposta neste evento como forma de apoio ao desenvolvimento regional e às culturas locais, através da valorização dos seus patrimónios, materiais e imateriais, tradicionais e inovadores, ao mesmo tempo que estimula a produção, a transformação, a comercialização, o espírito criativo, o empreendedorismo e a inovação”, explica a autarquia, entidade promotora.

Paulo Arsénio, presidente da Câmara de Beja refere que a “Patrimónios do Sul” “será uma feira multifacetada” que vai destacar “os vários patrimónios, naturais, gastronómicos e edificados”, ao mesmo tempo que vai também “reunir todas as artes e saberes do Sul do país”.

O autarca fala também da descontinuidade da “Rural Beja”.

Paulo Arsénio refere ainda que a “Patrimónios do Sul” é uma oportunidade para os munícipes conhecerem melhor a região e a cidade [de Beja].

As inscrições para os expositores encontram-se abertas até dia 7 de Setembro.