PCP de Serpa acusa Governo de continuar “saga destruidora dos serviços públicos”

O Partido Comunista frisa, em Comunicado, que o “encerramento de serviços de saúde, escolas, extinção de Juntas de Freguesia, aumento dos horários de trabalho para os trabalhadores da Administração Pública para as 40 horas semanais, cortes nos salários e pensões é a prática deste governo”.

O PCP acrescenta que não pode aceitar “sob nenhum pretexto, estas políticas de direita que têm vindo a ser tomadas pelo actual governo PSD/CDS-PP e pelos governos anteriores, caracterizadas pelo desmembrar progressivo da economia e do estado social (…)”.

João Narciso, membro do PCP-Serpa, afirma que “só a luta pode travar esta ofensiva destruidora do governo” e apela à participação na concentração da CGTP marcada para o próximo Sábado.