Pedro do Carmo considera que objectivos para as autárquicas não foram alcançados

Pedro do Carmo justificou que o PS tinha a convicção de “manter o mesmo número de Câmaras” o que não aconteceu. O Partido Socialista ficou com menos uma presidência de Câmara, nestas eleições. Ainda assim, o presidente da Federação disse que o PS tem “razões para estar orgulhoso” pois foi o Partido “mais votado” no distrito de Beja. Na opinião de Pedro do Carmo houve “um voto de protesto” contra as políticas do Governo PSD/CDS-PP.

O presidente da Federação do Baixo Alentejo do PS referiu ainda que houve uma “clara derrota do PSD no distrito de Beja” que, perdendo a única presidência de Câmara que tinha, “desaparece do espectro autárquico do distrito de Beja”.