PS acusa Manuel Narra de utilizar “Vidigueira – Cidade do Vinho 2013” para promoção pessoal

A iniciativa «Vidigueira – Cidade do Vinho 2013», foi financiada em cerca de 400 mil euros através de um projecto de investimento promovido pela Associação de Desenvolvimento Local – VITIFRADES, referem os socialistas.

O PS de Vidigueira, em Nota Enviada à Rádio Pax, sublinha que é com “surpresa e indignação” que “verifica a utilização desta iniciativa em prol da promoção pessoal do Presidente da Câmara”. E acrescenta: “A mais que evidente associação da sua imagem, patente nos cartazes que promovem a «Cidade do Vinho», comprova a utilização desta iniciativa, para fins de promoção pessoal e portanto política”. 

Os socialistas acrescentam que “o rosto da «Cidade do Vinho» não se circunscreve ao Presidente da Câmara Municipal de Vidigueira” mas é “das mulheres e homens que, ao longo de várias gerações, trabalharam em prol do desenvolvimento deste sector, fundamental e vital para a economia do Concelho de Vidigueira”.

O PS Vidigueira conclui que “a imagem da «Cidade do Vinho» é a do trabalho colectivo, sem lugar a protagonismos pessoais, mas também trabalho anónimo que de forma contínua contribuiu para o desenvolvimento, e merecido reconhecimento dos vinhos da região da Vidigueira”.

António Mendes Pinto, presidente da concelhia de Vidigueira do PS, considera que faria maior sentido ter um cidadão a carregar um cesto com uvas no Outdoor do que a imagem do presidente da Câmara. 

Manuel Narra não comenta estas acusações.