PSD Beja: 450 militantes elegem novo líder

A distrital de Beja do PSD vai a votos no próximo sábado. Os cadernos eleitorais estão fechados. Quatrocentos e cinquenta militantes com as quotas em dia são chamados a eleger o próximo líder da distrital “laranja” de Beja. As concelhias de Beja e Ourique são as que somam mais militantes.

A votos vão duas listas. Gonçalo Valente candidata-se com o lema “Somos todos PSD”. Marciano Lopes concorre a estas eleições para “Unir para vencer, reafirmar a dignidade da região”.

Gonçalo Valente quer tirar o PSD “do marasmo em que se encontra, do silêncio constante, para ser uma voz forte, pujante, na defesa das necessidades das pessoas”. Para isso apresentou um total de 11 propostas no seu manifesto eleitoral.

Marciano Lopes considera que “se os jovens do Baixo Alentejo continuarem a não aderir ao PSD, o partido está condenado, a curto prazo à irrelevância política e ao desaparecimento em médio prazo”. O candidato quer conquistar os “jovens para a social-democracia” e incentiva-los a “abraçar as causas que mais lhes dizem respeito: a educação, o emprego, a formação profissional, a habitação, o associativismo, a sustentabilidade e a integração”.

O PSD tem activas quatro concelhias no distrito de Beja: Ourique, Odemira, Beja e Moura.

As mesas de voto vão estar instaladas, no próximo sábado, em Beja, Ourique, Odemira, Serpa e Moura.