12°C
Scattered clouds

Saúde em Odemira passa mau momento, diz Comissão de Utentes

Saúde em Odemira passa mau momento, diz Comissão de Utentes

O sector da saúde no concelho de Odemira “está a passar um mau momento”. A afirmação é da Comissão de Utentes dos Serviços Públicos do Concelho de Odemira que acrescenta que “os Odemirenses estão confrontados com dificuldades de acesso aos cuidados de saúde”.

Em comunicado, aquela Comissão de Utentes revela que “participou no passado dia 18 de maio, no Fórum da Saúde de Odemira a convite da Assembleia Municipal de Odemira”.

A Comissão de Utentes apresentou um conjunto de propostas para a melhoria do Serviço Nacional de Saúde no concelho e apelou a que fossem enviadas ao Ministério da Saúde.

Contratação de Profissionais de Saúde (Médicos, Enfermeiros, Assistentes Operacionais, Assistentes Técnicos, Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica, entre outros); adoção de medidas que atraiam profissionais, em número suficiente, para as necessidades existentes, bem como, a valorização salarial e das carreiras foram algumas dessas propostas.

A Comissão de Utentes propôs, também, a abertura de concursos médicos para ocupação de vagas de Assistente Graduado Sénior para o Hospital do Litoral Alentejano, de modo a otimizar a idoneidade na formação de novos Médicos Internos.

Além disso, sugeriu a atribuição de Médico de Família a todos os utentes, e também, Enfermeiro de Família.

A construção urgente da nova Extensão de Saúde de Vila Nova de Milfontes e até lá o alargamento do horário da extensão atual, assim como, a reabertura da extensão de saúde de Luzianes-Gare é, também, uma medida prioritária para a Comissão.

Outras sugestões passam pela colocação de Médico de Família nas diversas Extensões de Saúde, com a periodicidade de no mínimo uma vez por semana; pela redução das listas de utentes por cada Médico de Família, de 1900 Utentes para 1500 utentes por cada Médico e pela construção da maternidade no Hospital do Litoral Alentejano.

O cumprimento integral da Lei dos Tempos Máximos de Resposta Garantidos nas Consultas, Cirurgias e Meios Complementares de Diagnóstico e 35 horas de trabalho semanal para todos os Profissionais de Saúde, incluindo Médicos são outras das propostas.

As declarações são de Catarina Campos, da Comissão de Utentes de Odemira.

PUB

PUB

PUB

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn

Farmácia de serviço hoje na cidade de Beja

Publicidade

Mais Lidas

1
Ourique
Incêndio fatal em Ourique: homem perde a vida aos 62 Anos
2
Ressonância
Hospital de Beja: A espera terminou, Ressonância Magnética chegou
Devemos acarinhar os eleitores do Chega? Não! Não podemos
4
Bombeiros
Polémica nos Bombeiros de Beja: Lista rejeitada responde a comunicado da direção 
5
Odemira
Alunas de Odemira brilham em competição de ciência em Itália
6
25 de Abril
50 anos de Abril: Catarina Eufémia, um símbolo da luta antifascista
7
roubos em Beja
Semana com ameaças, agressões e roubos em Beja
8
agricultores
Agricultores que cortaram estrada em Serpa identificados pelas autoridades

Recomendado para si

19/06/2024
Centro de Paralisia disponibiliza pulseiras on-line para Sunset
Palestina
19/06/2024
Beja acolhe ação de solidariedade por uma Palestina Livre
Ourique
19/06/2024
Ourique abre inscrição para Programa de Ocupação de Jovens
Odemira
19/06/2024
Candidaturas abertas para CTESP em Odemira
19/06/2024
Alterações climáticas em debate na cidade de Beja
Mértola
19/06/2024
Mértola bate recorde de temperatura
19/06/2024
GNR detém indivíduo por falsificação de documentos
18/06/2024
Distrito de Beja em seca moderada