Seca agrava-se no Baixo Alentejo

Moura, Serpa e Mértola são os concelhos do Baixo Alentejo com faixas do território em seca extrema, de acordo com dados climatológicos do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O Instituto realça que no mês passado verificou-se um aumento da área em situação de seca severa e extrema. De acordo com o índice meteorológico de seca, em 30 de Setembro cerca de 81% do país estava em seca severa e 7,4 % em seca extrema.

A quase totalidade do território do Baixo Alentejo estava em seca severa.

O Instituto frisa que “a conjugação de valores de precipitação muito inferiores ao normal e valores de temperatura muito acima do normal, em particular da temperatura máxima, teve como consequência a ocorrência de valores altos de evapotranspiração e valores significativos de défices de humidade do solo”.

O mês de Setembro em Portugal Continental foi o mais seco dos últimos 87 anos, classificando-se como extremamente seco, indica o IPMA.