SEF desmantela rede de tráfico de seres humanos no Baixo Alentejo

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) realizou na zona de Beja aquela que diz ser “a maior operação de combate ao tráfico de seres humanos”, por si realizada.

Em comunicado, o SEF refere que na operação, que decorreu na zona de Beja, com o nome “Masline (azeitona em romeno)” foram identificados 255 cidadãos de nacionalidade estrangeira, oriundos do leste europeu.

De acordo com a mesma fonte, os indivíduos estavam “sujeitos a condições degradantes no que diz respeito às condições de trabalho, alojamento e salubridade”.

Esta operação do SEF teve como principal objectivo “o desmantelamento de uma rede de tráfico de seres humanos e crimes conexos, que operava na zona do Baixo Alentejo com a introdução de trabalhadores estrangeiros, em situação irregular, na apanha da azeitona”.

Os seis cidadãos detidos, de nacionalidade estrangeira, “recrutavam os trabalhadores a partir dos países de origem, através do aliciamento por melhores condições de vida, acabando por ficar privados de documentos e obrigados a trabalhar sem o devido pagamento”, refere o SEF.

A operação mobilizou 141 operacionais do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.