Turistas deslocaram-se ao Alentejo em lazer, recreio ou férias

A visita a familiares ou amigos motivou 20,4% das deslocações. Segundo a mesmo fonte, 12,5% visitaram a região por razões profissionais ou de negócios e 2,7% por outros motivos pessoais.

O gasto médio por viagem situou-se em 1 968 euros, tendo sobressaído os valores declarados pelos turistas provenientes da Irlanda (2 176 euros) e da Bélgica/Países Baixos (2 120 euros).

O gasto médio por viagem dos turistas não residentes ao Alentejo, atingiu o valor mais alto para os visitantes oriundos da Suíça (1 749 euros). Seguiu-se o Reino Unido (1 713 euros), Alemanha (1 613 euros), Irlanda (1 601 euros), Bélgica/Países Baixos (1 510 euros), França (1 406 euros), Escandinávia (1 372 euros) e Espanha (640 euros).

O gasto médio diário per capita (GMDpc) dos visitantes não residentes que se deslocaram ao Alentejo em 2013 foi de 120,76 euros para os Suíços, o mais elevado. Os franceses foram quem gastou menos no Alentejo: 53,94 euros.

O INE frisa que “entre os turistas que visitaram Portugal, a presença de indivíduos de nacionalidade portuguesa foi notória entre os principais países de origem, em especial Suíça (69%) e França (39%), mas também Reino Unido e Alemanha”.