Observatório do Baixo Alentejo foi oficialmente constituído

O Observatório do Baixo Alentejo (OBA) foi, ontem, oficialmente constituído em escritura pública, iniciando assim “um compromisso de desenvolvimento sustentável e de defesa do Baixo Alentejo, procurando contribuir para o futuro e para as decisões que se considerem necessárias”.

“O Observatório do Baixo Alentejo quer que a região se assuma como motor para a criação do supraterritório do Sudoeste Ibérico, onde “os maiores desafios do Baixo Alentejo são ganhar dimensão e escala, servir o País e contribuir para a criação do Sudoeste Ibérico, afirmando a oportunidade e a pertinência do seu potencial (…)”.

“A dimensão destes projetos vai para além do próprio território do Baixo Alentejo, envolve o sul de Portugal, parte do sul de Espanha e o norte de África. São regiões com elevados índices de pobreza, desertificação e despovoamento que urge contrariar.”

Recorde-se que o OBA já reuniu em Badajoz, com o Diretor do Corredor do Sudoeste Ibérico para “iniciar uma parceria de cooperação e de consolidação de ideias e projetos comuns que visem a valorização do território do Sudoeste Ibérico”.