Opinião: Jorge Pulido Valente

O Orçamento do Bem Estar e da Felicidade

O concelho de Mértola, se exceptuarmos as acessibilidades, os saneamentos básicos e o parque empresarial e logístico, já está dotado das principais infraestruturas e equipamentos públicos estruturantes que, face à sua dimensão e número de habitantes , necessita para dar resposta às necessidades básicas da população. Obviamente, que ainda há investimento e obra pública significativa por fazer nomeadamente no sector da habitação, na reabilitação do Centro Histórico de Mértola, na Mina de S Domingos,…
Mas outras prioridades de investimento do orçamento municipal deveriam ter sido assumidas, evitando, por exemplo, gastar mais de 4 milhões de euros (sem financiamento comunitário) num mega pavilhão multiusos, claramente uma obra de regime, sobredimensionada para as necessidades locais e de muito reduzido retorno para a economia da comunidade, quando faria muito mais sentido que Mértola já tivesse um Parque Logístico e Empresarial , projectado há mais de 1 década, que desse resposta às necessidades de expansão das empresas locais e de captação de novos investimentos e de criação de emprego.
É, por isso, que no âmbito de uma nova estratégia de desenvolvimento, para retomar o rumo certo, se torna necessário definir novas prioridades e avançar, em Mértola, com o Orçamento do Bem Estar e Felicidade, com uma dimensão familiar e outra comunitária.
No primeiro caso, através do Cartão + Rendimento será aumentado o rendimento de muitas famílias de modo a que o crescimento do consumo obrigatório no comércio local permita dinamizar as empresas e a economia local, num claro benefício mútuo.
No segundo, será através de um processo partilhado e dinamizado pelas juntas de freguesia que as várias localidades irão identificar as acções, iniciativas e projectos que em termos da comunidade contribuirão para o Bem Estar e a Felicidade colectiva, disponibilizando a câmara os recursos financeiros para as intervenções/acções.
As obras públicas continuam a ser importantes para o concelho mas as pessoas são mais importantes!

Jorge Pulido Valente

Técnico Superior na Câmara Municipal de Mértola na área do Planeamento e desenvolvimento